sábado, fevereiro 28, 2015

Auto-ajuda detox
ou
Receita pra atravessar fevereiros* indóceis


Dia 1:
Corte os excessos.
(Ângela Rô Rô está proibido)


Dia 2:
Tome banchá, coma arroz branco.
(Dormir mais que 6 horas, sem acordar no meio da noite - e, sobretudo, sem sonhos -, pode ajudar)


Dia 3:
Ligue pra um amigo. Peça colo, carinho e cafuné - literal, moral ou virtual.
(Esqueça o WhatsApp. Se ele não atender, tente telepatia)


Dia 4:
Vá à farmácia, encha o carrinho.
(Avamys, Naramig, ibuprofeno 600mg, xarope, algum Engov e toda solicitude de uma atendente mal remunerada num dia bom  #ad )


Dia 5:
Tenha calma. Paciência. E um pouco de fé.
(fale pau-sa-da-men-te. 5 livros mais-ou-menos lidos no criado-mudo. TV alguma. Faça planos de viagem. Desfaça tudo)


Dia 6:
Repita o dia 1 e o dia 2.
(Mas, vá pra rua. Tome um ar. Saia um pouquinho de si. Porque quem de dentro de si não sai / vai morrer sem amar ninguém”. Aproveite, e mande um Salve! pra Vinicius)


Dia 7:
Espere.
(e esqueça)




tente (só)rir. inclusive de si mesmo.
(fuja do Netflix e evite filmes fofinhos, mas com final romântico demais)
- S2 Susan S2 em Tudo acontece em Elizabethtow” -





De repente, é quase março.
Ou setembro*.



# . por Joelma Terto .  0 Comentários