terça-feira, junho 02, 2009

me engabela, que eu gosto
Domingo frio no Chamego Center:

77: Ouve essa música, Jojo. Ela é tão triste.
Jojo: É, ela é bem triste.
77: É sobre o hamster dele.
Jojo: O hamster?
77: É. O hamster dele que morreu.
Jojo: Nossa, Sete, que triste...
(...)
Jojo: Sete? Ele chamava o hamster dele de "darling"?
77: Você acredita em tudo o que eu digo, né?

Sim, eu acredito em quase tudo o que ele diz.

...

Eu ia fazer um post daqueles cheinho de perguntas que começava assim: a gente é o que a gente sofre? Mas deixei pra lá. Preguiça demais pra começar a me fazer perguntas sem respostas.

A propósito: continua doendo, mas só quando respiro.

...

Momento filosofia de banheiro sujo de boteco: fazer de conta que o problema não existe não vai fazer com que o problema não exista. Fazer de conta que eu não existo não vai fazer com que eu não exista. Fazer de conta que você não existe não vai... ok.

...

Tô vivendo como um AA: só por hoje eu não vou me estressar, não vou me irritar, não vou mandar o atendente de telemarquetching à merda, não vou deixar minhas bochechas formigarem por maus pensamentos, não vou chegar à beira de um enfarto por pouca bobagem. Mas hoje, só hoje, tá foda.

...

Então o inverno resolveu começar no outono e eu começo o dia ouvindo Yusufinho Islamsinho cantando Don't Let Me Be Misunderstood. No repeat. Das coisas mais lindas que há nesse vidão de meu deus. Não sei se choro de alegria ou sorrio de canto de boca de melancolia.

...

Socuerro! O jornal Sutiã está me seguindo no tuíte!

# . por Joelma Terto .  0 Comentários