segunda-feira, novembro 03, 2008

craft
Eis a caçula:



Josephina é a da direita, irmã de Theobaldo.
Ela carrega flor na mão e tem borboleta na barriga.

Descobri que, praticamente, nasci pras linhas e agulhas. Furo (n)os dedos, mas sou feliz. Não tenho pretensão a ser Rosa Pomar nem Denize Barros. Meu lema craft? "Com todo sentimento. Acabamento zero". Costuro a mão esses bonequinhos porque gosto, porque é terapêutico, porque precisava fazer algo com as mãos, porque descobri que eles são fofos e me apeguei a eles. Tecido dá uma liberdade criativa absurda - com todo o pedantismo que a frase carrega em si (e eu fico mais pedante ainda escrevendo isso). Tô cheia de idéias que, sim, serão colocadas em prática durante a novela das oito. E não posso ver um pano que penso em Lavoisier: nenhum molambo se perde, todos se transformam.

Salve Rosa.
Salve Denize.

mais fotos no flickr

# . por Joelma Terto .  0 Comentários