terça-feira, outubro 14, 2008

a percepção das pérolas
Primavera-verão, tudo (des)virando moda. As bolas, os xadrezes, as listras horizontais coloridésimas, a cara da Minie Mouse estampada na camiseta. Safári style. Eu me vejo gostando das mesmas coisas, sempre. As pérolas dela me atraem e ela sim, lança moda e estilo três estações antes. Eu gosto das pessoas das cores das flores que me são caras. Gosto das pedras falsas e baratas. Das contas das bijoux. Gosto do penduricalho do balacobaco. Gosto de sentir o gosto das coisas.

Primavera. É tempo de flor e de alergia. Atchim pra vocês também.

Então todo mundo me olha espantado quando eu perguntei: "seria por causa dos pigmentos amarelos?", quando o Rodrigo disse, à mesa do café da manhã, que tinha alergia à manga. Fruta frutos amarelos. O gosto e o sumo. Cultura inútil na manga da camisa é o que há nessa vida, eu penso. E o que eu penso não faz, realmente, a menor diferença.

Eu ganhei da sogra um brinco de princesa, a flor, que é o símbolo do rio grande. Tchê. E eu sinto medo tanto de matar mais uma plantinha. Em plena primavera. E são lindas as flores que ela dá, de dar vontade de botar nas orelhas e sair de brincos de princesa. Por aí.

Eu desço a serra em dia de sol de primavera com os olhos marejados da chuva do dia anterior. De emoção tanta de vida, ouvindo Fito Paez porteñissimo e pensando: queira deus eu nunca perca, isso sim, essa capacidade caduca de me encantar. (mas espera só eu achar, finalmente, o botão do foda-se)

Pra todo o resto, temos o gúgol.

Obrigada senhor!

self portrait gramadense tuesday
com chocolate quente e meias calças


...

"Minha cuca tá de bode porque o exú que tranca a rua disse que no sexto dia ela ganha nova vida: LOGO EU QUE TENHO MEDO DE MACUMBA! LOGO EU QUE TENHO MEDO DE MACUMBA! Corre que a Cuca vem aí. Corre que a Cuca vem aí. LOGO EU QUE TENHO MEDO DE MACUMBA!"

(Cuca por Ball, na demo Nem Alegre Nem Triste - clique no link para baixar as músicas! - uma ode aos anos 90. porque hoje eu estou nostálgica, ontem eu estive nostálgica e amanhã eu serei sempre essa pessoinha. nostálgica por natureza.)

# . por Joelma Terto .  0 Comentários