quarta-feira, agosto 06, 2008

picassamente
duas coisas sobre mim:

1) não sei lidar muito bem com a dor alheia
2) dificilmente consigo pedir ajuda

(não saber lidar com a dor alheia e não conseguir pedir ajuda têm mais a ver com atrapalhação e falta de tato para com o mundo do que, propriamente, com egoísmo)

...


"Às vezes o corpo anda sem alma, explode vermelho, pra todos os lados" (Wado/Ball)

...



Desafio do mês: aprender a dançar IGUAL ao Milli Vanilli no clip acima. Tenho treinado arduamente todas as noites quando chego em casa, já no corredor. 77 taí de prova. Não pensem vocês que é fácil, que não é. Ademais, eu precisaria ser duas - eu e meu bizarro - pra fazer direitinho o passo dos segundo 0:27, que nada mais é que um encontrão peito-by-peito ritmado. Com malemolência. A corridinha do minuto 3:31 também ganha em efeito cênico quando em dupla: tem a menor graça sozinha. Mas eu faço assim mesmo, porque é o jeito.

Os passos que eu mais gosto são, obviamente (vocês irão concordar comigo), o do minuto 1:31 (que se repete brilhantemente no minuto 2:59 e com perfeição no 3:54) - uma coisa tchipo Elvis, the king descontrol - e, lá no final, as perninhas em fúrias do minuto 3:43. Eu vejo, danço e repito com lagriminhas.

77 disse que era impossível mesmo os caras cantarem de verdade e ainda dançarem desse jeito ao mesmo tempo. Eu digo mais: e ainda com aquelas jogadas de cabelo e usando blazer de ombreira? Impossível pra dedéu, porque eu, mesmo sem ombreira, não consigo.

...

"prapulá sapato de almofada alegria e gasolina
praqueimá prapulá prapulá prapulá
prapulá
zoada na orelha o sol já tá nascendo
praqueimá" (Wado/Ball)

...

Pergunta retórica do dia: manda quem pode, obedece quem tem juízo?

...

Apóio!

...

Quando o Brasil descobrir (que) Wado (é genial), eu vou rir de cantinho, como quem diz: eu já sabia. Sempre soube. Desde sempres.


...

"Não vou mais voltar, é tão triste lá, é tão triste..
Eu tenho sangue de outro planeta e ossos de borboleta, amanhã eu morro
Não vou mais voltar, não vou mais voltar atrás"
(Wado na Ball, saudades dos anos 90 e de alguma coisa juvenil qualquer que não são as calças saint-tropez)

...

Quando não estou (sendo alegre-triste) ouvindo Wado ou Drexler (e vendo uma relação absurda entre os dois) ou "Girl You Know It`s True" no repeat até decorar a coreografia, no meu radinho de pilha toca Moog Cookbook. Em febres. Delirantemente.

...


minha, sua, nossa(s) janela(s) - foto de 77 de Arrabéus


# . por Joelma Terto .  0 Comentários