terça-feira, outubro 16, 2007

carbono plus
Reduzir, organizar e ter tempo. As três primeiras leis para facilitar a vida, do designer gráfico norte-americano John Maeda, já viraram mantra por aqui. Imperdível é a matéria de capa da Casa e Jardim desse mês sobre simplicidade, que cita o cara e dá 40 dicas para tornar a vida menos complicada e o cotidiano mais prático. Aliás - e eu já dei a morta por aqui - a Casa e Jardim é a única (boa) revista de decoração a disponibilizar seu conteúdo inteirinho online. Basta se cadastrar no site. Eu sou fã e recomendo muito.

...

Também recomendo horrores a revista da Joyce Pascowitch. Essa você tem que ir na banca (e eu realmente não sei se vende em Porto Alegre ou tem que mandar importar de Sum Paulo), não é de graça (pelo contrário, mas vale cada um dos salgados 12 reais e 90 centavos) e te faz sofrer por pensar que você está aqui, agora, no escritório, na frente do computador ao invés de ter nascido rica-chique-e-poderosa para estar num canto qualquer da Europa tomando champanha francesa e se preocupando apenas e tão somente em CAUSAR. (Sim, esse tópico é praticamente um contraponto ao de cima, em todos os sentidos)

...

A girafa é a nova zebra. Queridinha do momento. Eu odeio queridismos do momento, mas AMO zebras e girafas. Inversamente proporcional ao meu (não) amor a bichos domésticos, como cachorros e gatos. Talvez por isso eu goste tanto, mas tanto, daquela série de comerciais da Ford. A dos bichos, sabem? Acho bobo e genial, na mesma frase. E passaria a tarde inteira clicando nesses vídeos do You Tube, me deliciando com as bobagens dessa turma. Passaria. Passarinha.

[update: mais girafas, de todos os tipos e em todos os lugares, aqui]

...

A preguiça é o meu pecado capital.

...

Talvez, em quase cinco anos de blog eu não tenha tido uma crise de inspiração tão braba como essa de agora. Por isso o espaçamento dos posts, o tom inusualmente sério e o sofrimento em parir palavras. Também tem a ansiedade, da qual não cabe falar. Dói-me um pouquinho.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários