segunda-feira, setembro 03, 2007

barras raspadoras tri-partidas
Essa foi a ex-póinter do consumo absurdo. No último dia de trabalho, eu saí disposta a gastar. E gastei: 20 reais numa bolsa fuleira, prateada e peruésima; dois e cinquenta num pão de milho; quatro reais em duas cocadinhas de leite delícia-cremosa. Não ter preço mesmo só a gritaria dos ambulantes na saída do parque de exposição: "duas maçãs do amor a um real" e "dois chapéis (sic!) dez real, aceito cheque sem fundo". Ah, a vida no campo.

Falando em consumo, entro, oficialmente, no modo Contenção de Despesas ligado. Até dezembro a meta é: não comprar nada de uso pessoal tchipo bolsa-sapato-manta-camisa-camiseta-calçadjins-chapéu-baton-rímel. Na wish-list: sofá novo, carro novo e computador novo. Não esquecer: ganhar na megasena ou processar, com sucesso, alguma mega-empresa do mal. Saravá.

Chegou setembro. Em breve: flores, 2 aninhos de Valentina, trabalho demais, posts burocráticos e visita da minha amiga Karina, com direito a aventura pela região das Missões. Vai setembro!

pideiti
: Segundo o IBGE, os 10% mais ricos do Brasil gastam 10 vezes mais que os 40% mais pobres. Adoro quando o noticiário me surpreende.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários