segunda-feira, junho 04, 2007

vida real
Homem é morto em lotação por motivo fútil
Uma discussão dentro de um táxi lotação terminou em morte no início da manhã deste sábado no bairro Cidade Baixa. Um homem não identificado, que seria ex-presidiário, foi baleado e morto na nuca por outro passageiro com o qual vinha implicando desde o Centro por causa da compra de um cachorro-quente. O crime foi na esquina das avenidas João Pessoa e Venâncio Aires. A vítima foi levada ainda ao Hospital de Pronto-Socorro pelo motorista da lotação prefixo 322, da linha Partenon-Lomba do Pinheiro. No veículo, havia 20 passageiros. O autor do crime comprou o lanche, através da porta e sem desembarcar do veículo, antes do início da viagem no Centro. A vítima reclamou que ele "atrasou" a saída e começou a implicar durante o trajeto, vangloriando-se de que era malandro e tinha estado na cadeira. Após ter uma cerveja retirada da mão e levado um tapa na cabeça, o suspeito levantou-se, disse que a vítima podia ser tudo menos esperta e atirou com uma arma, fugindo em seguida.

(notícia publicada no jornal Correio do Povo, edição de domingo, 3 de junho de 2007. os grifos são meus)

...

Sim, eu sei que é trágico, mas eu tinha que compartilhar essa pérola do jornalismo com vocês. Tinha. E tem mais: seria só mais uma notícia da editoria de polícia, distante da minha, da sua e da realidade de todo mundo, se 1) não fosse o fato de a lotação Pinheiro ser a que o 77 pega todos os dias para ir ao trabalho, 2) o crime ter acontecido no nosso bairro. Recomendo a todos a leitura da versão da Zero Hora (também edição dominical) que diz que o motivo teria sido "bebida" e dá mais detalhes sórdidos do fato. Recomendo.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários