sábado, abril 21, 2007

bodas de cera
"éramos nós, estreitos nós..."


Amar é... tentar fazer uma lista das 10 coisas nele que mais te irritam e só achar quatro.

Quatro.

77 e Jojô comemoraram ontem 4 anos de amô e união.

E como esse post foi feito de véspera porque, supostamente, hoje eu não poderia vir pra frente do computador porque estarei cegueta pós-cirurgia, nem vou ficar aqui escrevendo muito sobre a coisa boa é que dividir a vida com ele e tudo o mais. 77 me faz feliz. Muito.

(Para informações menos esclarecedoras, leiam o post do ano passado)

...

Oi aqui é o 77. A Jojô fez a cirurgia e está tudo bem. Ela manda* dizer que o processo todo é muito psicodélico com pequenos requintes de crueldade Laranja Mecânica. No final, rola um cheiro de pena de galinha queimada e que esta, juntamente com a pressão na retina é a parte disgusting da cirurgia. Mas a psicodelia vale muito a pena. Ela está com sensibilidade a luz e vendo tudo meio embaçado ainda. A maior parte do tempo ela passa fazendo a coisa que mais gosta de fazer: dormir. Quando está acordada usa óculos escuros, lacrimeja, faz manha e pinga quatro colírios diferentes a cada quatro horas. Ela também já recebeu várias visitas. Além de Valentina, Rafa e Tia Driquinha, estiveram no Chamego Center Lívia, Adelaide & Solineuzza, Ana e Guilherme, Debora, Thiago e O Bebê. Praticamente uma festa, com pizza, champanhe e audição de Lúcia Luft.

...

Um post a quatro mãos.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários