quarta-feira, março 07, 2007

POP!
Eu e Valentina estamos viciadas nisso. E a culpa é do Egs, obviamente. Além de minha parceirinha ao piano, a Valen também é a melhor companheira pra uma coreografia ritmada. A pequena não sabe nem falar ainda, mas já tem uma expressão corporal absurda. Ela dança até com som de sovaco do 77 (tão ligados, tirar som de sovaco?). Só me dá orgulho.

...

Eu acho esse negócio de dia da mulher uma palhaçada sem tamanho. Ah, me poupem. Talvez só uma coisa me irrita mais que comercial em homenagem à mulher no dia 8 de março: matéria no Donna ZH sobre a importância de ser mãe, no mês de maio. Blé.

...

Irei muito.

...

Definitivamente, eu não entendo o mercado de moda. Tô falando de mercado de massa de moda. Esse negócio de fazer roupa pra loja de departamento. Por favor, mulheres amigas, vão imediatamente à Zara e me digam: o mercado de massa de moda entrou num poço sem fundo ou é impressão minha? Olha, se era pra usar roupa de lurex e estampa de desenho de onça (que nem aquelas almofadas horrorosas que tinham na casa das nossas tias), eu tinha pedido pra minha mãe guardar todo seu guarda-roupa dos anos 70 e 80. Se tem uma palavra que eu odeio é "tendência". Porque os caras pegam uma "tendência" e mergulham de cabeça: ou você usa ou você não usa nada, porque não acha outra coisa que não seja baseada na tal da "tendência". E digo mais: essa tendência de roupas anos 80 é uma praga. Sim, porque como não bastasse, e eu já disse aqui umas cents mil vezes, o mundo fashion não foi feito pras mulheres de um metro e meio. Eles nos excluem na maior cara de pau e querem que a gente consuma calça skkiny (no cu!) e blusas que vão até o meio das coxas. Foda-se se você tem um metro e meio e sabe que isso não funciona no seu minúsculo porte físico. Bom senso? Ná. Maior bobagem esse negócio de bom senso. Ai, cansei dessa coisa toda over que o mercado de massa de moda se transformou. Cansei.

Sonho de consumo da semana: ganhar na mega-sena e ter um Ronaldo Fraga só pra mim.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários