sexta-feira, dezembro 08, 2006

Palavras
Tem uma que eu gosto muito: "birolho". Propriedade exclusiva de Erica Kawamoto, a japa-gaúcha aquela que mora no meu coração e agora dá bandas em Roma, que não é amor de trás pra frente. Então. Birolho é um troço muito troço, muito torto, muito tosco. Muito birolho.

Tem também "tabacudo". Talvez só a família do 77 fale isso, incluindo aí o próprio 77. Fulano é um tabacudo. Bocaberta. Ananá. Tapado.

"Montepio" parece ser qualquer coisas, menos o que é realmente. E você ainda fica pensando que deve ter a ver com o clero, o vaticano, a diocese da esquina.

"Aplomb". Palvra linda. De encher a boca pra falar e se sentir a pessoa mais cheia de. Mas, no fundo, bem lá no fundo, lembra Aplub, aquele plano de previdência do guarda-chuva, sabem?

Pois é.

Palavras...

# . por Joelma Terto .  0 Comentários