terça-feira, dezembro 05, 2006

avião vermelho
Eu havia comentado que a Festa das Sagitarianas desse ano, sábado passado, foi meio vazia. Foram poucas pessoas, mas todas especiais. Entre essas poucas pessoas estava o Gabriel. E foi um baque fortíssimo quando soube, ontem pela manhã, que ele havia se acidentado e falecido.

Conheci o Gabi em 2002, antes dele ser o Sr. Insanus, quando era um jovem estudante de jornalismo de 18 anos. Nosso menino Gabi fez uma parte danada das nossas vidas - da minha, da Mimix, da Rafinha, do Cucas. Éramos a Encantadora Trupe do Fuca da Folias. Éramos bobos e felizes. Ouvíamos os Saltimbancos e achávamos que Saltimbancos éramos nós. Coisas nossas: lúdicas e singelas.

E eu fiquei lembrando de um monte de histórias divertidíssimas que a gente viveu, daquele ano-novo hardcore em Arambaré, do livro do Rimbaud que ele deu a mim e mimix, mimix and me, com dedicatória dupla e tudo, do delírio coletivo numa tarde de domingo na Redenção, quando vimos a Honorável Cenoura Mística ou algo do gênero. Daquele sorriso lindo e do escândalo que dava quando me via na rua: "JOJÔOOOOOOOO!!!!!". De tantas e tantas outras coisas.

Vou sentir saudades. Muitas.

Jojô, Laurinha, Erica e o Menino Gabi.
Festa das Sagitarianas.Garagem Hermética.
Porto Alegre. Dezembro de 2004.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários