terça-feira, outubro 03, 2006

trés brut de marchand

papatinhos no self portrait tuesday
Da série "Diálogos reais"

Chego em casa e SeteSete vem me abraçar, dizendo:
- Passei na costureira. É oito reais.
- Pra que?
- Pra costurar os bolsos da tua calça.
- ?!?!?
- Tu não anda perdendo umas fichinhas?

Se ele prestasse, não ia prestar.

...

Umazinha aí que andei encontrando pelos blogs e bolsadas da vida veio me dizer que eu sou uma pequena e linda violeta lilás. A outrazinha lá falou algo do tipo Jojô condensa em si (esse "condensa em si" é por minha conta e risco) toda a doçura da mulé alagoana, com olhos muito negros, muito grandes, uôu-uôu-uôu... Eu já insinuei pra eles: estão criando um monstrinho. Não sabem como fico toda prosa querendo me exibir pro mundo e pro raimundo. Façissonão, minha gente, que eu explodo toda de mim.Um nojinho de pessoa em um metro de meio de tamanho. Boa coisa isso não dá mesmo.

"Assim como gosto de flores pequenas: as margaridas, as violetas. As grandes são muito robustas, tem seu valor, mas são grandes e impositivas..."

...

Esses dias Tião e Rafa foram pra Buenos Aires. A família Margarida também andou pela capital porteña. Daí eu lembrei que havia esquecido de colocar as fotos da nossa viagem à Buenos Aires no set Media Luna de Miercoles, que já conta com as de Montevideo e Colônia del Sacramento. Pronto, agora já tem algumas lá. Até o fim da semana vou colocando outras, aos pouquinhos. São fotos que não representam tão bem os 15 felizes dias que passamos por lá em janeiro, mas que gosto muito. Espero que vocês gostem também.

...

Se eu pudesse ser outra pessoa eu queria ser Leila. Pra ter sido amiga do Renato Russo e ter ganho a música mais linda ever sobre amizade. Ou a Cassia Eller cantada em All Star pelo Nando Reis.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários