segunda-feira, setembro 25, 2006

estroboscópico
Esse final de semana vi dois adoráveis espetáculos infantis que gostei muito e recomendo. Teatro infantil é uma coisa bacana. O que estraga são as crianças. Como são bonitinhas, mas como gritam e interagem com os atores, deus do céu! Dá vontade de dar na cabeça de cada um dos anjinhos com gato morto. Dá.

...

A cultura popular brasileira tá suuuuuper na moda. E, gód, como isso me irrita. Irrita a hipocrisia da dita elite cultural do país que decide o que é bom e entrega, embaladinho, pro público burro. A arte popular é linda e riquíssima, de norte a sul, mas eles precisam tirá-la do seu contexto e colocar num museu pras pessoas "se darem conta": nossa, como é rica e bela a arte popular! Blé. Fiquei azeda com umas coisas que andei vendo no final de semana. O Brasil, parece, é uma profusão de chita e fuxico. E Mestre Vitalino, coitado, deve se revirar no túmulo cada vez que um pseudo-entendedor-de-arte-chatinho cita seu nome. Carranca é cult. As bonecas de barro do Vale do Jequitinhonha são o must do artê-fashionabelista. Eu? Tô sem um pingo de paciência pra essa gente sedizente chic que acha que sabe.

...

Buscas estranhas? é tudo nessa vida. A prova disso, comos vocês podem ver, é o layout novo que monomulti estréia hoje. Prometido há, pelo menos, uns três anos e carinhosamente desenvolvido por 77 de Arrabéus. Só me dá orgulho esse guri. Agradeço a São Longuinho, Santo Expedito e Nossa Senhora Desatadora de Nós pela graça alcançada. (Obrigada muito, muito, muito Seven. Eu achei um luxo, uma cousa, um negócio de lindo.)

# . por Joelma Terto .  0 Comentários