terça-feira, julho 04, 2006

e rema



O piso de ladrilho hidráulico da nossa cozinha no Self Portrait Tuesday.


Quer me ver faceira? Me jogue na Pinto Bandeira e na Senhor dos Passos que eu faço a festa. Pra quem não sabe, essas são as ruas do comércio de PoA com maior concentração de lojas de tecidos e de miçangas e fruqui-fruquis em geral para confecção de artês de todo tipo, respectivamente. Esses dias estive lá e já me comprometi comigo mesma de botar pra funcionar aquele meu Projeto Rosa Pomar, lembram? Porque só o craft salva.

Minha meta de vida: fazer craft e ser funcionária pública. Viver tranqüila e não me preocupar com dinheiro. Vejam bem: eu adoro ser jornalista. Só não gosto do salário. E pra alcançar essa meta, hoje à noite começam minhas aulas num cursinho preparatório para um concurso público. Oigalê! Só domingo é que me dei conta que as aulas iam começar justamente na última semana de Belíssima. Mas já consegui convencer o 77 a gravar os três últimos capítulos pra mim. O problema maior é perder a próxima novela, já que as aulas seguem até 18 de agosto. A pessoa tem que agüentar o Agnaldo Siva, a Glória Peres e o Sílvio de Abreu pra quando chegar a vez de uma novelinha do Maneco, igual a todas as novelinhas do Maneco, a pessoa não poder assistir. O mundo é injusto, viu?

E acabou a copa, finalmente. Pra quem chorou a derrota do Brasil eu tenho uma coisa a dizer: eu sou pé frio. Assisti todo o jogo (o único do campeonato inteiro) com Ticia e Ro, Soli, Rodrigo, Belly e Carlos, mais o Megero Pai. E foi aquele fiasco que vocês viram. O lado bom: voltar pra Cidade Baixa e andar, sábado à noite, tranqüila pelo meu bairro, sem barulho, bagunça ou sujeira. O lado ruim: o hexa de novo em 2010 é pra f*der com a pessoa.

Agora dá licença que eu vou ali almoçar com a Loira e já volto.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários