sexta-feira, junho 23, 2006

jobs da jô

Como prometido nos comentários desse blog, a minha amiga Tati me mandou uma foto da Copa do Mundo de 1998, onde euzinha da silva apareço trajando uma horrenda camiseta branca cheia de bandeirinhas do Brasil, prova cabal da minha falta de senso estético naquela época. O que eu fazia com uma horrenda camiseta branca cheia de bandeirinhas do Brasil numa Copa do Mundo, cercada de amigos trajando roupas verde-amarela? Como disse a Tati, só um bom motivo de beber com as pessoas que a gente ama. Ao ver a foto, 77 disse que era pra eu alegar insanidade, dizer que ouço vozes, essas coisas. Disse ainda que me apoiaria. Sempre. Na linha "fazer piada de si mesmo", pensei na hora em publicar a desgramada aqui. Depois fiquei na dúvida. Afinal, vocês querem ou não querem ver uma foto minha na Copa de 98, vestindo uma horrenda camiseta branca cheia de bandeirinhas do Brasil? Hein?

...

A propósito: ontem eu tava toda de vermelhinho, em homenagem ao Zico. E durante o jogo estava com a Rafa e a Valentina gastando todos os nossos cobres em calcinhas e sutiãs by Renner.

...

Finalmente fiz o segundo peeling: agora sim. Parece que pegaram minha cara e esfregaram com força num ralador de cenoura. Toda ardida, vermelha e rebocada com uns dois quilos de bloqueador solar fator 60. Se eu tiver um pingo de bom senso e não quiser assustar as pessoas, devo ficar bem reclusa no final de semana.

...

Eu e 77 estamos mestres na arte de fazer pão. Essa semana saíram nada menos que três fornadas, cada uma melhor que a outra. Prometo fotos em breve e uma historinha sobre esse negócio de inventar de fazer pão em casa.

...

Atualização em homenagem à Cassia e Lili. De todas as coisas bizarras que já vi, essa busca aqui ganha disparado. Perdoai, senhor, eles não sabem como fazer uma busca no gúgol. Apesar da tabacudisse, a criatura, pelo menos, conseguiu a informação que queria.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários