sábado, junho 03, 2006

Cabidela

Sabe aquele episódio do Sex and the City que a Samantha faz um peeling e é justo no dia do lançamento do livro da Carrie e, bem, ela fica com o rosto todo vermelho, mas acaba indo pro lançamento e as pessoas têm um ataque de horror quando olham a cara dela?

Ontem eu lembrei dessa cena porque, afinal, fiz, a pedido do meu dermatologista e executado por ele, meu primeiro peeling. Nem ficou vermelho nem descascou nem nada, mas daqui há 15 dias tem mais uma sessão de pinicação na cara. Gód, como pinica! Como arde e coça e a criatura tem uma vontade louca de enfiar as dez unhas dos dez dedos das duas mãos no rosto e gritar pro médico, por favor, parar com aquilo tudo que a pessoa não agüenta mais. Sacrificios necessários pra ter uma cútis bonita uma vez na vida, já que fui uma adolescente espinhenta e até uns dois anos atrás ainda tinha um monte de acne e cicatrizes horrorosas. Ai, benditos ácidos.

Eu ia fazer o tal peeling há uma semana atrás, mas desisti quando lembrei que tinha marcado justo no mesmo dia da endoscopia. Duas experiências, assim, inéditas e, possivelmente traumáticas, no mesmo dia? No way. No fim das contas a endo é uma coisa tranqüilíssima. Ai, bendidos sedativos. A semana teve ainda um eletrocardiograma amigo e furo nas veias praqueles chatos exames de sangue. E eu não posso com a idéia que estão me furando pra tirar meu sangue.

Como diz o 77, é a revisão dos 30 mil quilômetros. Eu brinco com isso tudo, falo até em hipocondria, mas a verdade é que estou bem satisfeita comigo de estar fazendo todos esses e outros exames, de ir a médicos e me cuidar um pouquinho. Acho que todo mundo tem que parar de vez em quando pra ver como anda a saúde e se cuidar mesmo. Tia Jô recomenda.

...

Trilha up incidental do dia cinza: Mombojó, Eddie e Bonsucesso.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários