sexta-feira, março 17, 2006

(res)pingos
um post em cascata


Eu sou uma pessoa de muita sorte. Pela segunda vez na vida puder ver uma apresentação do Tiririca Cover. E ver o Tiririca Cover é uma experiência valiosíssima para o ser humano. Depois disso, seja qual for a merda que te aconteça, a pessoa sempre vai pensar que existe alguém mais loser que ela. Sempre.

Falando em sorte, Não-Me-Toque ganhou essa semana o título de Capital Nacional da Sorte. O prefeito recebeu até uma placa comemorativa! Quer se divertir? Leia essa materinha e preste atenção: nas declarações bombásticas, nas palavras aspeadas e, principalmente, no uso indevido das vírgulas. Sim, eu me divirto com essas coisas toscas.

E por falar em diversão, em homenagem à Ditinha, ontem eu fui pra Festa da Cuca com Lingüiça de Victor Graeff. Me acabei na cuca e na lingüiça, obviamente. Litros de chop e dor de cabeça hoje pela manhã. Mas valeu cada minuto. Recomendo muito. Principalmente pela animação da banda Doce Pecado que, ecletíssima, toca dos piores sertanejos a pop-jota-quest, passando por aquelas musiquinhas alemãs. Graças a eles conheci essa música, cujo refrão eu decorei de duas cantadas: "Porto Alegre é longe / Tô pegando o ônibus / Pra te encontrar". Uma beleza. Hoje à noite tem a banda Sempre Com Sede. Ótimo nome pra uma banda de baile.

E já que eu falei em baile, há uns dois dias atrás na Capital da Sorte teve o Baile da Lingüiça (sem a cuca). Mas eu não fui.

...

Último dia. Tô quase voltando.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários