domingo, setembro 18, 2005

o binte

Esse gauchismo exagerado me incomoda um tanto. Mas eu decidi que não vou entrar em detalhes sobre o tal orgulho de ser gaúcho, que incomoda mais ainda,mas já foi tão falado em outros blogs.

Vamos falar de Semana Farroupilha. Esse negócio de Semana Farroupilha, de pintar o meio fio de verde-amarelo-vermelho no 20 de setembro. Essa coisa de ligar a TV e ver a mesmíssima matéria requentada sobre as vestimentas do gaúcho, a comida do gaúcho, os hábitos do gaúcho, o já citado orgulho do gaúcho. Afe.

Ao contrário dos outros estados, que comemoram sua emancipação com um dia de feriado e um desfilinho, o gaúcho comemora é a tal da Revolução Farroupilha - coisa que não lembro muito de ter estudado na época do colégio lá nas Alagoas, mas vá. E é o mês inteiro de Acampamento Farroupilha, que culmina com a também já citada Semana Farroupilha. Só festejos, só churrascos, e a gauderiada toda pilchada pra cima e pra baixo, se inflando de orgulho. E a mídia TODA em cima da coisa, inclusive (ou principalmente) muita propaganda sobre. Afe, afe.

Por mais que me esforce, não vou entender.

Esse ano, depois de 6 morando em Porto Alegre, decidi conhecer o Acampamento Farroupilha. Tô pra dizer que voltei sem entender, mais uma vez, o que motiva aquele povo todo pra ir até aquele Parque da Harmonia enfiar os pés na lama e na bosta de cavalo. Sim, aquilo é quase igual à Expointer, no pior sentido.

Ê, bando de grossolão!


Diálogo Farroupilha:

Joelma: Tirando o churrasco, o que essa gauchada toda vem fazer aqui?
77: É a mesma coisa que dizer 'tirando a maconha, o que todo aquele povo vem fazer no acampamento da juventude?'.
Joelma: (num muxoxo resignado) O-quéi.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários