segunda-feira, agosto 01, 2005

Super Cine apresenta...

...o sonho da noite passada:

Estamos eu, o 77 e a Carolzinha num prédio. Muito obscuro, o que interessa é que num certo momento, aparece um bebezinho e a Carol resolve RAPTÁ-lo. Seguimos por um corredor. No meio do caminho, aparecem os pais da criança entrando por onde a gente sai. Saímos e a rua é a Oswado Aranha. Sintomático. Atravessamos com o bebê e entramos no carro da Carol. Ela tenta nos convencer, a mim e ao 77, que a gente vai ficar com a criança, afinal ela está indo fazer uma viagem internacional em breve e NÂO PODE cuidar do baby. A gente discute, enquanto eu tô cagada porque vamos todos ser presos por raptar um bebê, assim no mais, e eu nem queria aquele bebê! A essa altura os pais da criança já se deram conta do sumiço e já se deram conta que fomos nós (os estranhos que passaram por eles com um pacote nas mãos) os autores da façanha. Eu digo pra Carol "por favor dá partida e vamos fugir daqui", mas ela quer garantias que eu e o 77 vamos cuidar do pequeno seqüestrado. Eu tô em PÂNICO!

Somem Carol, 77 e bebê. Eu continuo em pânico, acho que fugindo da polícia. Entra a Erica Kawamoto em ação. Ela quer me ajudar e resolve transformar a vida dos policiais num verdadeiro inferno, dando início a uma eletrizante caçada. Mais clichê impossível. Saímos pela estrada, em alta velocidade, e o carro VÔA pelos ares ("voar pelos ares", sim, eu sei), muito alto. Agora eu tô cagada porque tudo acontece em câmera lenta e daqui a pouco vamos nos estabacar no chão e... Corta. Continuamos fugindo, mas agora aparecem igrejas em ruínas na beira da estrada & praias desertas.

Acordo. Muito suada.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários