sexta-feira, junho 24, 2005

Ah, essas velhinhas incríveis e suas fantásticas histórias!

Tudo começou com esse post.

Negócios é que, a partir de então, meus informantes - 77, o Estranho e Erica Chiyomi, a Japa Lôca - começaram a me mandar notícias bizarras e engraçadas de velhinhas maravilhosas. Segue então a primeira seleção da série. Todas as três, TODAS, são muito das minhas. Estou bem certa disso. Acompanhem as manchetes e os melhores trechos das matérias:

Ladrão de bolsas apanha de velhinha de 91 anos
"Eu estava sem meu aparelho de surdez e entendi que ele queria tomar meu pulso. Então ele repetiu que ia tomar minha bolsa e eu disse 'não, você não vai'", contou Katherine. Em inglês, bolsa é "purse" e tem um som parecido com "pulse" (pulso).

Bisavó de 75 anos, rejeitada, mata ex-namorado de 85
"Matei, e mataria de novo!", gritou Lena Driskell para os policiais, segundo testemunhas. Segundo as autoridades, ao ser presa ela vestia um robe de banho, chinelos e estava com a arma, uma antigüidade, na mão.

"Vovó maratonista" quer dar volta ao mundo

(ok, ela não tem nem 60 anos e o Popular já chama de vovó. mas a história é tão, mas tão engraçada, que valeu muito entrar aqui. todo o trecho do atropelamento vale ser lido, com os destaques pros grifos, meus, que só agravam a bizarrice da situação)

Mas Rosie já enfrentou diversos contratempos, inclusive um atropelamento, em novembro do ano passado - que ela encarou com seu tradicional bom-humor. "Na verdade, tive sorte de ser atropelada", afirmou, aos risos.
Após ter sido atropelada por um ônibus, a aventureira foi levada para um hospital local onde foi submetida a um raio X e diagnosticada como estando sofrendo de uma pneumonia dupla.
Durante o período em que ficou se recuperando do acidente, Rosie chegou até iniciar uma amizade com o motorista que a atropelou e aceitou a explicação do motorista de que ela estava ziguezagueando pela estrada.
O fruto da inusitada amizade foi que o motorista a convidou a ir à sua casa e, assim que ela se recuperou, levou-a de volta ao ponto exato em que ela se encontrava na hora do acidente, a fim de que ela não deixasse de cumprir seu intento de dar a volta ao mundo.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários