segunda-feira, novembro 08, 2004

pela Feira

Então eu encontrei o Luis Fernando Verissimo. Eu na condição de jornalista, cobrindo uma mesa sobre o Verissimo pai, o Erico. Pois que, além de me tremer todinha de cima a baixo, eu passei aquela hora e meia inteira tentando bolar alguma pergunta inteligente pra poder abordar a criatura. É óvbio que eu não consegui.
...
O que me irrita, de verdade e do fundo da alma, são as perguntas cretinas do público leigo nas mesas e palestras que se arrastam até o dia 15. Se é pra abrir a boca pra falar bobagem, é melhor ficar caladinho. Mas, claro, eles não têm bom senso pra tal. E eu juro que fico muito constrangida com esse tipo de coisa.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários