sexta-feira, setembro 10, 2004

Goodbye stranger
(os 5 mais-mais bem aproveitados cds da Joelma, ouvidos no repeat infinitamente)

5) Los Hermanos - O Bloco do Eu Sozinho (de tempos passados, de formular teorias e criar amores que, deliciosamente, se materializam e te fazem a mulher mais feliz do mundo, até hoje. e também de ficar com pena do Marcelo Camelo e sua dor de corno e se identifar tanto com o Rodrigo Amarante a ponto de responder "eu! eu!" quando ele canta "quem é mais sentimental que eeeeu...")

4) Cake - Prolonging de Magic (de ouvir sozinha em casa e cantar alto e dançar, enlouquecidamente, NEVER THERE. muito. e achar que Let Me Go foi feita pra mim.)

3) Legião Urbana - A Tempestade (de sentar no cantinho, se encolher, querer voltar pro útero materno e se acabar de chorar até o dia seguinte)

2) Magnólia (trilha) - Aimée Mann (de se-auto-entrar-em-si-mesma e querer ficar down, mas só um pouquinho. autogafia pura)

1) Pink Floyd - The Dark Side of the Moon (de viajar horrores. de tudo. um pouco.)

necessariamente nessa ordem. no caso, inversa. de cima pra baixo ou de baixo pra cima. sentido bairro-centro.
todos devidamente apreciados nessa noite incrivelmente sozinha.

And I know life is getting shorter
I can't bring myself to set the scene
Even when it's approaching torture
I've got my routine


# . por Joelma Terto .  0 Comentários