quarta-feira, março 03, 2004

déjà vu, mon amour

"às vezes eu acho que o mundo é uma cabeça e que nós estamos dentro de uma cabeça que nos sonha" (eddie)

eu acho o Sonic Mambo um disco GENIAL. e queria muito, mas muito mesmo ouvir o Original Olinda Style.

cha-cha-cha. alguém?

eu achei também que ia derreter, ontem, naquele calor dos infernos. mas não.

ele chegou, o sofá branco. e me sinto, às vezes, a mais maria das marias. cansa essa coisa de jornada dupla, tripla, quádrupla. mas dá uma felicidade infantil olhar a parede cor de rosa e a casa minha tomando jeito de casa de gente.

branco & preto. colorido e transparente. rosa choque. com bolinhas.

às vezes eu me acho tão gente grande...

se alguém souber de um maceneiro bb (bom e barato) pelas bandas de Porto Alegre & arredores, favor avisar nos comentários.

eu tenho teorias sobre a publicidade brasileira. nada muito elaborado. só acho que estão todos LOUCOS. ou se fazendo. e posso enumerar vários exemplos que me fazem dizer isso, assim, desse jeito. mas não agora.

agora eu ganhei um par de óculos transparentes com aros de metal. e me sinto muito IN com eles na cara.

outono/inferno.

ainda não.

eu acredito no OVERGROUND. um anti-movimento e talicoisa.

eu acho muitas coisas.

eu acho.

e vou pregar na porta da entrada: "desculpem-nos o transtorno. estamos em óperas para melhor atendê-los. agradecemos a preferência. e blah-blah-blah. volte sempre. e pá."

a gerência.

...

Se ele fosse americano, ele teria que cair no samba
Ele teria que cantar: "Cadê Teresa?
"Aonde anda minha Teresa?"

Se ele fosse brasileiro ele teria que cair no funk
Ele teria que cantar: "Are you ready?!
Sex Machine!!"

(Fred Zero Quatro - em Eu só poderia crer)

# . por Joelma Terto .  0 Comentários