quarta-feira, novembro 19, 2003

um pouco de poesia

amar o nada
e contemplar o vazio das coisas...
(espero a esperança do amor)

amar o agora e os objetos ao redor... como coisa ou pessoa

perdoar o que dói e o que fragiliza.
aprender a amar como aprender a voar...


(fê luz, em Pequenas Quinquilharias Para Colecionadores Precoces)

# . por Joelma Terto .  0 Comentários