quarta-feira, outubro 15, 2003

se alguém perguntar por mim, diz que eu fui por aí

É que hoje eu tô zé ketti por demais. Volto com a programação normal(?), tão logo o corpo retome o ritmo e a cabeça pare de girar. Tudo extremamente bom e extremamente calmo e agitado ao mesmo tempo. E tem o exageeeeero. O exagero de mim mesma. O draaaama. Ah, como sou dramática! E como isso me consome e me faz me sentir tão idiota às vezes. Tudo levado a extremas conseqüências, sem necessidade nenhuma. No fim das contas tudo não se ajeita? E pra que se incomodar e aquietar o coração? Nervos à flor da pele, irritação. IRRITAÇÂO. Daí me olho no espelho da C&A e me sinto a mais obesa das mulheres. Mas foram só 4 quilos. É bundão, peitão e até a batata da perna tá carnuda. Trocando em miúdos: O FIIIIMMMM! É, a mãe dela tem razão: depois dos 25, o que tu consegue obter fica contigo, principalmente os quilinhos a mais e as dívidas. Daí me dou conta que daqui a pouco já é fim de ano e inferno astral... ok, paro por aqui.

(por esses dias, me chamem de trabalho. mas garanto que as últimas 2 semanas foram bem piores: full time e um pouquinho mais. mas eu sempre sobrevivo.)

# . por Joelma Terto .  0 Comentários