quinta-feira, setembro 11, 2003

serviço completo
Festival Internacional de Curtas de São Paulo em PoA


Realizado pela Associação Cultural Kinoforum e considerado o mais importante evento do gênero na América Latina, o Festival Internacional de Curtas de São Paulo chega em 2003 à sua 14ª edição e pelo quarto ano
consecutivo também poderá ser visto pelos porto-alegrenses. Uma versão reduzida do Festival, formada por 10 programas diferentes, será apresentada
na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro nos dias 11, 12, 13 e 14 de setembro, com entrada franca. A promoção do evento na capital gaúcha é da Prefeitura de Porto Alegre, através da Secretaria Municipal da Cultura. No encerramento do festival, dia 14, às 18 horas, haverá também o lançamento do livro Cineastas e Imagens do Povo, de Jean-Claude Bernardet, que está ganhando edição revista pela editora Companhia das Letras, com a presença do autor.

Ao longo desses quatro dias de mostra, o público local poderá assistir a curtas de diretores consagrados, como John Woo (Refém) e Tony Scott (Beat the Devil), uma retrospectiva de curtas dirigidos ou interpretados pelo
grande cineasta francês Jacques Tatit, um novo curta dirigido por José Mojica Marins, o Zé do Caixão, finalizado especialmente para o Festival, Fim, uma seleção de títulos de temática gay e lésbica (com curadoria do Mix
Brasil), entre outras atrações imperdíveis. O diretor e curador alemão Stephan Winkler estará em Porto Alegre acompanhando os programas Night of the Shorts 1 e 2. Como nenhum dos programas se repete, o público pode se preparar para uma verdadeira maratona cinematográfica, a fim de não perder nenhum dos títulos. Todos os filmes de língua estrangeira exibidos no
festival têm legendas eletrônicas em português.

As sessões na Sala P. F. Gastal do 14º Festival Internacional de Curtas de São Paulo não têm cobrança de ingresso, mas os organizadores estão solicitando ao público a contribuição espontânea de alimentos não
perecíveis, a serem destinados ao projeto Fome Zero.

PROGRAMAÇÃO

11 de setembro (quinta-feira)

20h - ABERTURA (leg. eletrônicas em português)
Sou uma Estrela - Stefan Stratil (Austrália, 6 min)
O Homem sem Cabeça - Juan Solanas (França, 15 min)
Unidos Venceremos - Hans Petter Moland (Noruega, 9 min)
Meu Irmão Cego - Sophie Goodhart (EUA, 15 min)
Insolação - Gustavo Taretto (Argentina, 22 min)
Refém - John Woo (EUA, 8 min)
Muralha da China - Sytske Kok (Holanda, 11 min)

12 de setembro (sexta-feira)

18h - CINEASTAS E IMAGENS DO POVO
A Pedra da Riqueza - Vladimir Carvalho (Brasil/DF, 16 min)
Congo - Arthur Omar (Brasil/RJ, 10 min)
Gilda - Augusto Sevá (Brasil/RJ, 15 min)
Jardim Nova Bahia - Aloysio Raulino (Brasil/SP, 15 min)
Lavra-dor - Paulo Rufino (Brasil/SP, 10 min)
Chapeleiros - Adrian Cooper (Brasil/SP, 25 min)

20h - MOSTRA INTERNACIONAL (leg. eletrônicas em português)
Houdini - O Cão - Sara Johnsen (Noruega, 14 min)
Troca de Corpos - Katja Pratschke (Alemanha, 28 min)
Em Camas Separadas - Javier Rebollo (Espanha, 18 min)
A Vadia - Hugo Maza (Chile, 17 min)
Mulit - Ivan Zacharias (Índia/EUA, 12 min)
Beat the Devil - Tony Scott (EUA, 8 min)

22h - NIGHT OF THE SHORTS 1 (leg. eletrônicas em português)
Sempre - Jophi Ries (Alemanha, 14 min)
Idílico - Anja Perl & Petra Schröder (Alemanha, 7 min)
Molhado - Felicitas Korn (Alemanha, 15 min)
Abaixo a Gordura - Samira Radsi (Alemanha, 30 min)
Fodam-se os Porcos! - Carolin Otterbach (Alemanha, 6 min)

13 de setembro (sábado)

18h - NIGHT OF THE SHORTS 2 (leg. eletrônicas em português)
Olha o Passarinho - Anna Kalus (Alemanha, 2 min)
Poesia Severa - Hubert Märkl (Alemanha, 9 min)
TV Inferno - Allard van der Werf (Alemanha, 5 min)
A Sala das Almas - Stephan Winkler (Alemanha, 37 min)
Jogo dos Jogos - Andreas Dirr (Alemanha, 9 min)
Todo dia saio para correr - David Storr (Alemanha, 3 min)
Algo Natural - Stephan Winkler (Alemanha, 20 min)

20h - JACQUES TATI (leg. eletrônicas em português)
Curso Noturno - Nicolas Ribowski (França, 27 min)
Melhore sua Esquerda - René Clement (França, 13 min)
Escola de Carteiros - Jacques Tati (França, 15 min)
Muito Além de Playtime - Macha Mekeïeff, Jérôme Deschamps (França, 6 min)
Força Bastia 78 ou Uma Ilha em Festa - Jacques Tati & Sophie Tatischeff
(França, 26 min)

22h - MIX BRASIL 1 - "O Mapa das Minas" (leg. eletrônicas em português)
Acidente de Percurso - Allie Sultan (EUA, 12 min)
Blow - Marie Craven (Austrália, 10 min)
A Bonitona - Giovana Chesler (EUA, 24 min)
O Grande Amor Ídiche - Diane Nerwen (EUA, 15 min)
O Encontro - Phillippe Meyer (França, 3 min)
Sexo à Moda Hetero - Mouncey Ferguson III (EUA, 8 min)

14 de setembro (domingo)

18h - Coquetel de lançamento do livro Cineastas e Imagens do Povo, de
Jean-Claude Bernardet, com a presença do autor

19h - SEMANA DA CRÍTICA (leg. eletrônicas em português)
A Macieira - Baker Karim , Alexander Karim, Anja Birkmann & Kristodder
Karlson Rus (Suécia, 17 min)
O Príncipe do Canapé - Mike Guermyet & Samuel Hercule (França, 10 min)
Granada - Péter Politzer (Hungria, 15 min)
Alice Retratada - Pablo Garcia (Espanha, 8 min)
O Amor é a Lei - Eivind Tolas (Noruega, 6 min)

20h - MIX BRASIL 2 - "Assim é se lhe Parece" (leg. eletrônicas em
português)
Saindo do Armário - Olivier Ayache-Vidal (França, 9 min)
Tá na Cara - Peter Demas (Canadá, 13 min)
Faroeste - Vincent Pascal-Alex (França, 18 min)
Dolores - Phil Sfezzywan (França, 14 min, 35mm)
Quando Chegar a Noite - Abigail Severance (EUA, 17 min)

22h - FOCO: TERROR
Conrad - Bruxaria, Pajelança e Canibalismo - Luciano Maciel Delphino
(Brasil/SP, 11 min)
Amor Só de Mãe - Dennison Ramalho (Brasil/SP, 20 min)
Fim - José Mojica Marins (Brasil/SP, 13 min)
Dedos Verdes - Paul Cotgrove (Inglaterra, 20 min) (leg. eletrônicas em
português)
Klaus, o Operador de Empilhadeira: Primeiro dia no Trabalho - Stefan Prehn &
Jörg Wagner (Alemanha, 9 min) (leg. eletrônicas em português)


...

Irei. Aliás, iremos. Porque eu e ele adoramos curtas. E há uns 2 finais de semana atrás, ele comentava comigo se não tinha nenhum programa de curtas em cartaz. Não tinha, mas agora a gente se esbalda e tira o atraso. Vai ser uma maratona, mas vou (vamos) ver quase todos os programas. Espero que continue fazendo esse solzinho gostoso, apesar do frio, e que não role aquela preguicinha básica pra sair de casa no findi. Dessa vez não tem aquela de “deixa o verão pra mais tarde”.

Sobre o documentário de ontem, muito legal. Deixa algo a desejar, falta uma certa unidade, mas no geral é bom. A gurizada está de parabéns pelo trabalho: um recorte sobre o Acampamento da Juventude, com depoimentos de participantes de várias partes do mundo. Sem muita ousadia no formato, mas com imagens bastante interessantes.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários