quarta-feira, setembro 17, 2003

nice boys don't play rock and roll

tá bom, eu não vou encher o saco falando que agora eu ouvo o LIES. nem que esse disco muito me lembra aquele dia em que passei a noite (dãm!) acordada, ouvindo PATIENCE no repeat manual do meu som 3 em 1. eu acho que não tinha nem 15 ainda e havia tomado o maior porre da minha vida, até então. de cuba libre. e acabei a noite me acabando de chorar por causa de um coração partido (no caso, o meu), sentada no meio fio da 7 de setembro (a rua) e a galera me enfiando café sem açúcar goela abaixo. ô fiascão. (taí os guerreiro que não me deixam mentir, nem se eu quisesse, os digaçados!).

nem aquela tarde do ano de 1992 de nosso senhor, ouvindo USE TO LOVE HER a todo o volume, sozinha em casa, também me esbugalhando de tanto chorar ainda por causa do mesmo coração partido, berrando e quebrando tudo o que eu via pela frente no meu quarto.

ai a adolescência... mas dá pra dar umas risadas lembrando isso tudo agora. ou não.

I used to love her, but I had to kill her
I used to love her, yeah but I had to kill her
I had to put her six feet under
And I can still hear her complain

I used to love her, ooh, yeah, but I had to kill her
I used to love her, ooh, yeah but I had to kill her
I knew I'd miss her so I had to keep her
She's buried right in my backyard, oh, yeah

She bitched so much, she drove me nuts
And now I'm happier this way, oh oh yeah

(Take, it to what it is)


# . por Joelma Terto .  0 Comentários