sexta-feira, julho 11, 2003

mudando de assunto, mas no mesmo tom

diz minha mãe, por telefone, que minha tia está tentando persuadí-la a me convecer a voltar. minha mãe, que me conhece o suficiente, disse a ela que não é capaz de tal atitude porque sabe que se eu QUISESSE voltar, já estaria de mala arrumada.

eu não tenho certeza de quase nada na minha vida, mas tenho certeza absoluta que quero continuar AQUI. e que não vai ser dificuldade financeira ou esse frio de merda ou qualquer outra coisa que me fará querer o contrário.

falando nisso, minha vida profissional parece que tá começando a voltar aos eixos. três trabalhos engatilhados e um no forno. grana mesmo, acho que só começa a entrar em setembro, mas pra quem, até o mês passado, estava com o cu na reta, tá bom demais. esse parágrafo mereceria um post super especial, tamanha importância tenho dado a isso (e com razão) nos útlimos tempos, nos últimos meses de sufoco e perrengue. mas deixa assim.

o que importa dizer aqui, pra vocês, amigos muitos que continuam aparecendo pra saber o que se passa do lado lado de cá do Mampituba, é que estou super confiante. e tô feliz. e que tudo tudo vai dar super certo e que eu vou conseguir acertar a seta no alvo. ah, vou.

(me sinto uma sobrevivente, certas horas.)

# . por Joelma Terto .  0 Comentários