quarta-feira, junho 04, 2003

Não discuto

Estou habitada pela inquietude dos dias e sopra em meu rosto o vento do começo do mundo. Meus cabelos crescem e escalam heras numa torre de sal e se enroscam aos ponteiros do relógio. O instante é espera e ânsia e está prenho do que virá. A vida acena mãos de pomba e sorri alecrim, outra vez menina. Não decifro o mistério do porvir - não. Em vez disso, deito submissa e me exponho plena em despudor para que o amanhã me devore. Me trará uma taça cheia? Me trará flores encarnadas? Esconderá um punhal entre os seios? Fecho os olhos e adivinhar delícias já é sorvê-las um tanto. Me incenso em sândalo, banho os pés em óleo e desenho arabescos em minha cintura porque espero ter nos meus olhos tuas perguntas e revelar às tuas mãos minhas respostas.

O belo texto é da Ticcia. E isso é só uma singela homenagem, já que essa moça (como diz o Nelson) é tão talentosa. A leitura desse blog tem sido prioridade diária desde que conheci. Sempre me delicio com o que leio por lá.

E é que hoje eu tô exausta. Até os olhos doem de cansaço e o estômago dá uns reviramentos desnecessários.

Queria escrever, agradecer aos comentários do post abaixo, mas o cansaço não deixa. Então eu vou só mandar um beijo grande pra cada pessoinha que entrou lá embaixo e me deixou palavras legais: Sanfer, 77 (muito lêgas a musiquinha), Mari (escreve pro mail aí embaixo!), mimix (putz, muito a te dizer, mas eu diria só que eu sempre lembro do que tu disse, eu sei o quanto tu me admira como profissional e sei que tu tem razão – risos – te amo demais), Aline, Mr. V. (pra tu vê como eu ando doida da cabeça), Catarina, RODS , Cucas Boy, Rafinha...

Brigadasso.

Amo cada um de vocês que entra aqui. E isso é sério. :)

Volto.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários