sexta-feira, junho 27, 2003

Do sétimo andar

Mesmo atrasado, não tenho como não falar do show maravilhoso do Los Hermanos, terça passada.

De morte o som estourado d' O Pinhão. Mas, tirando isso, foi sim um pusta showzão! Casa lotada, a galera cantando junto TODAS as músicas. E a vibe (ou hype, sei lá eu!)!

Tô há dias só repetindo: que show!


"Olha só que cara estranho que chegou
Parece não achar lugar
no corpo em que deus lhe encarnou
Topeça a cada quarteirão
Não mede a força que já tem
Exibe à frente um coração
que não divide com ninguém"
(Cara Estranho, Marcelo Camelo)


Os melhores momentos

- Marcelo Camelo dizendo "vocês são muitos!" no comecinho do show.
- SENTIMENTAL ao vivo e a cores: coisa mais linda de se ouvir! Só não chorei porque sou muito forte.
- À PALO SECO, minha preferida do MESTRE. De querer chorar e agradecer a esses meninos pelos momentos de emoção.
- A finaleira, com A FLOR, quebrando tudo!
- TODO o set list, que pra ter sido perfeito, faltou só CASA PRÈ-FABRICADA.

"E até quem me vê
lendo jornal
na fila do pão
sabe que eu te encontrei"
(Último Romance, Rodrigo Amarante)


Os melhores tombos

- Memorável o final do show, quando um carinha, depois de subir no palco num momento calminho de A FLOR, se estatelou com a cara no chão, ao tentar um stage dyving frustrado. Ri demais.
- Carolzinha Andreis de Jesus que, ao tentar levantar a jojozinha aqui (+4kg em 1 mês!), de uma queda foi ao chão. Me levando junto, claro. Isso tudo no fim da primeira música do show! Tragicômico, no mínimo! Cena impagável.

"E só de te ver
eu penso em trocar
a minha TV num jeito de te levar...
A qualquer lugar
que você queira
e ir aonde o vento for
que pra nós dois
sair de casa já é se aventurar"
(Último Romance, Rodrigo Amarante)


Os piores comentários
- É expressionante como o Galera é realmente muito demais parecido com o baterista Rodrigo Barba!
- Expressionante também a quantidade de carinhas barbudos naquele lugar! (e gente estranha, no melhor sentido da palavra) Vamo combinar...

"Não, eu não sambo mais em vão
O meu samba tem cordão
O meu bloco tem sem ter e ainda assim
Sambo bem a dois por mim
Bambo e só, mas sambo sim
Sambo por gostar de alguém, gostar de
Me lavra a alma, me leva embora
Deixa haver samba no peito de quem chora"
(Samba a Dois, Marcelo Camelo)


O MOMENTO (pós-show)
Show do Los Hermanos: de grátis pra quem é vip e pôdisic!
PolarBock com as melhores amigas do mundo, no Psicoarte: R$ trerreal, cada.
Encontrar Rodrigo Amarante, o próprio, do alto de sua simpatia, barbudice e ruivivecência, no pega-bêbo em frente ao Pinhão, às 3h da manhã: não tem preço!

"Abre a janela agora, deixa que o sol te veja
É só lembrar que o amor é tão maior
que estamos sós no céu
Abre as cortinas pra mim
que eu não me escondo de ninguém
O amor já desvendou nosso lugar
e agora está de bem"
(Conversa de Botas Secas, Marcelo Camelo)

...

No final ainda consegui encontrar Reginaldo (vulgo Sanfer, r. ou Ronnie Rammer) e Mariana. E tirar a foto-presente-surpresa-de-aniversário para a Catarina. Também encontramos a Ticcia & associados. Sem falar na coisa boa que é encontrar a penca de fabicanos que eu adoro (Bituca, Edna, Camilinha, Elvis, Josi...). Só alegria!

Se liguem, Erika, Sync e Artur, e demais alagoanos: os barbudos aportam em Maceió em agosto, segundo informação do empresário da banda. A galera agradece, né? E estarão em PoA, novamente, em OUTUBRO! Ire-mo-emos. De novo.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários