quinta-feira, maio 29, 2003

prenúncio de inverno

Crise de asma. Muito frio. Mãos geladas. Olhos ardidos. Sobrevivo.

(e tem ainda o Nei Lisboa, no repeat.)

"Mas tem no outono uma luz que acaricia essa dureza cor de giz. Que mora ao lado mas parece outro país. Que me estranha, mas não sabe se é feliz. E não entende quando eu grito: eu tenho os olhos doidos, doidos, doidos... Já vi. Meus olhos doidos, doidos, doidos, são doidos por ti" (Nei Lisboa)

(e o James, esquentando meus pezitos...)

# . por Joelma Terto .  0 Comentários