quarta-feira, abril 30, 2003

Mundo Paralelo.

Vocês conhecem um bar ali na José do Patrocínio chamado Casa de Praia? Pois bem. Já estive lá umas três vezes. Devo dizer aqui que, tirando o Carinhoso, eu conheço todos os bares/botecos da banda. Inclusive o ex-Alicerce (aka Bar do Heavy, que a Rafa insiste em chamar de Bar do Rock. lml total. Mas que agora se chama ODISSÉIA). Pois bem. Daí que uma bela noite, por falta de opção e porque a gente já tava indo pra casa mesmo, resolvemos parar no tal Casa de Praia pra tomar a Polar saideira.

O lugar é um mundo paralelo, vai dizer. Tu te sente à beira mar. E eu odeio reggae! Mas daí que eu fui no banheiro e vi a coisa mais dantesca de toda a minha vida.

Tem uma salinha com uma mesa de sinuca com um grafite na parede que é algo entre o bizarro e o surreal. Notem bem: numa paródia da Santa Ceia, Renato Russo, abraça Elis Regina, enquanto segura um baseado. No centro, Marcelo Yukka fecha um baseado, encarnando o próprio JC, apoiado por Bob Marley. Ao lado de Bob, Cazuza segura um cálice. Vazio, diga-se.

Se vocês acham isso normal, vocês são loucos. E eu fiquei alguns minutos pensando se tava vendo aquilo mesmo ou se era delírio.

# . por Joelma Terto .  0 Comentários