sábado, abril 05, 2003

arteira

O frio tá chegando, de mansinho, mas já começa a bater aquela falta de vontade de sair de casa à noite. Ontem (sexta) comecei a fase caseira do ano. Ao invés de sair, resolvi ficar em casa. E a noite foi produtiva. Mil idéias, fazer coisinhas. Ontem desenhei. Desenhei um monte, fiz uma bagunça danada. E uma das coisas legais que fiz vou dividir com vocês agora. Olha aí.

sem cor

Estou pensando em fazer vários cubinhos, com desenhos. De vários tamanhos. A idéia original é da Nina Menina, que, além de tudo desenha de verdade e bem. Ela fez alguns pro Sarau de 1 Real e pendurou nas árvores. Tenho algumas idéias. Uma delas é fazer um móbile, outra é fazer vários pequeninos e pendurar numa espécie de varal.

Esse aí foi o primeiro, em papel ofício mesmo (a escala é 5x5cm). São pseudo-mandalas (porque, como vocês devem ter notado, eu subverti totalmente o conceito de mandala, porque essas saíram mais tortas que o nariz quebrado do palhaço e as mandalas são círculos perfeitos). Mas eu acho que ficou bonitinho. É só a primeira fase e eu coloquei aqui de presente pra vocês. Pra vocês pintarem. (tá, eu sei que ninguém vai fazer isso, mas se fizer, minha intenção não foi em vão). Depois é só recortar, colar e tá pronto o teu cubo mágico by Jojo.

Eu vou colorir o meu e quando tiver pronto eu coloco aqui. Feitoria?

...
cometido ao som de Los Hermanos, Tonino Carotone (mestre e ídalo!), Aimee Mann e Antes das Seis, do Legião (no repeat)




# . por Joelma Terto .  0 Comentários