sexta-feira, março 14, 2003

Eu mereço!

Meu vizinho e sua digníssima namorada, esposa, noiva, sei lá eu, resolveram agora fazer sexo ardente TODO DIA, digo, noite. Ali pelas 23horas... É o fim do meu sossego! Escuto TUDO. O cara geme, urra! E ela fica falando umas coisinhas como “tá gostoso” e “te amo”. Santo cristo, eu tenho vontade de CHORAAAAAAR!!!!

(dessa vez, só de sacanagem, botei “TÃO SOZINHO”, o hardcore dos Los Hermanos, bem alto. no repeat. enquanto escrevo isso e torço pra que eles acabem logo. se bem que essa música deve ser bem estimulante. uh?)

...
E agora o que sobrou: um filme no close pro fim. Num retrato falado eu fichado exposto em diagnóstico. Especialistas analisam e sentenciam: “deixa ser como será. Tudo posto em seu lugar”. Então tentar prever serviu pra eu me enganar. Deixa ser. Como será. Eu já posto em “meu lugar”? Num continente ao revés, em preto e branco, em hotéis. Numa moldura clara e simples sou aquilo que se vê.
(Los Hermanos, em Retrato pra Iaiá)

...
se bem que HOJE eu tô mais pra FINGI NA HORA RIR... (que tristeza)

...
não. hoje eu tô mais é pro bloco do eu sozinho. TODINHO! da faixa 1 a 13.

...
Canto que é de canto que eu vou chegar. Canto e toco um tanto que é pra te encantar. Canto para mim qualquer coisa assim sobre você, que explique a minha paz. Tristeza nunca mais.
(Los Hermanos, em Casa Pré-Fabricada)

...
bu-á.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários