terça-feira, fevereiro 25, 2003

Vale sempre a pena rever: HENRY E JUNE

Anais: Eu te adoro.
June: Eu não quero adoração, quero compreensão.
Anais: Eu te compreendo...

“Me sinto tão bem. Que momento maravilhoso. Almoço grátis. Fogo na lareira. Vinhos deliciosos. As cores azul e laranja. É indescritível.” (Henry Miller)

(e eu confesso, publicamente, que nunca consegui terminar de ler o SEXUS. o TRÓPICO DE CANCER li todinho, exatamente há 3 anos, durante o carnaval insuportável de 2000, ilhada em Porto Alegre, deitada numa rede, passando calor, ouvindo o TRANSA, fumando um cigarro atrás do outro e esperando o telefone tocar... e achei divino-maravilhoso. ah, paris dos anos 30! cafés vaporosos... acho que já fui francesa em outra encarnação e que vou empreender novamente a leitura do Sexus nesse carnaval. a vida anda em círculos? só que dessa vez não tem rede. nem a breve esperança que o telefone toque. acho que vou aprender a fazer tricô.)


# . por Joelma Terto .  0 Comentários