quinta-feira, janeiro 16, 2003

There’s no TIME

dias muito agitados. espero manter isso aqui com o mínimo de lógica possível para o entendimento de quem não está por perto. eu só posso dizer agora que: 1) o cobrecos começou e, pelo primeiro dia, já dá pra dizer que: o cobrecos começou. 2) domingo chegam muitas pessoas aqui em casa. na verdade só quatro, mas quem conhece minha casa sabe do que estou falando. alguém terá de dormir na cozinha. ou fazer algum tipo de rodízio. mas vai ser massa. 3) pré-fórum. será lindo. e cansativo. 4) eu prometo sobreviver. mas depois disso tudo, precisarei de praia. aceitarei convites. serve xangri-lá.

agora, todo mundo: é tchu-tchu-á, é tchu-tchu-á, é tchu-tchu-á, chá-chá! depois eu juro que explico isso. mas eu só posso dizer para os old ganeration das quebradas da comunicação que: berequetê morreu. as pessoas não sabem nem o que é isso (me sinto uma lenda viva, certas horas). e deu lugar ao tchu-tchu-á. que mantém a mesma linha lúdica e é engraçado pra caralhos. e totalmente sem noção e fora da casinha. ou seja: tchu-tchu-á é lindo.

(está tocando “Gatinha Manhosa” na Continental. a versão do léo jaime, claro. e o cacófato foi muito proposital e pertinente. ou nem tanto. minha mãe me contou que quando ela era adolescente, a tchurma chamava ela de gatinha manhosa. eu posso com isso?)

.....

subconsciente é uma coisa que não se deve levar muito em conta na hora de avaliar sua sanidade mental. vão por mim. não tentem entender os sonhos que se tem dormindo. depois de hoje, eu desisto. e não vou contar nem ¼ dos meus sonhos porque periga alguém pensar que o meu caso só com internação.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários