quarta-feira, janeiro 15, 2003

“Quero milhões de amigos, quero irmãos e irmãs...”

É difícil se relacionar com as pessoas vezenquando. Ser humano, ô bicho complicado. Eu não tenho culpa de não agir exatamente igual às pessoas em volta, aos amigos(as). Agora muda alguma coisa. Porque, de certa forma, terei que começar a agir, em determinadas situações, da forma que eles esperam que uma “amiga de verdade” aja. Credo cruzes. Se é para o bem estar de todos... Senso comum sucks. O que não tem nada a ver com bom senso. Ou tem. Mas ah! E eu sei que não preciso provar nada pra ninguém, mas tô cansada de atritos por tão pouco. Poupar-me-ei.

“We’ll crucify the insincere tonight
We’ll make things right, we’ll fell it all tonight
(…)
Believe in me as I believe in you tonight”



# . por Joelma Terto .  0 Comentários