quarta-feira, janeiro 22, 2003

Nota oficial

Acampamento da juventude na Marcílio Dias. Muitas gentes nessa casa, muitos sotaques e idéias. O Fórum Social Mundial (FSM) começa mesmo amanhã, mas pra mim, começou segunda-feira, quando o povo começou a chegar, em bando, junto com o temporal fenomenal.

Enquanto isso, o Cobrecos seguia. Mas só até hoje à noite. Super bailão no Gê Powers. Dias cansativos, intensos, meio confusos. Sem mais tchu-tchu-á. Cansei do tchu-tchu-á. E também de vender cerveja. Mas muita, muita INSANIDADE.

Do Fórum, participo, como produtora, de um documentário (sobre o próprio) com um pessoal da comunicação de BH, Salvador e São Paulo. Projeto legal com pessoas legais, que eu não conhecia e que já estão aqui. A mil.

Minha casa está realmente cheia de gente. Quem não é hóspede, é visita, que aparece para a pernoite ou pra bater um papo com a juventude. Pessoas vindas para o Fórum. Algumas eu nem conhecia, amigos de amigos, outras da comunicação, que aproveitaram para vir ao Cobrecos + o Sivaldo, irmanzão. Teve um dia que a lotação da pernoite chegou a 7 pessoas. E quem conhece o quão pequena é minha casa, sabe que isso é equivalente a: uma galera! Mas tudo massa.

Estão sendo dias muito legais e intensos. E cansativos um tantão. Acho que não aparecerei por aqui por esses dias. Mas, se rolar, coloco alguma coisa sobre o Fórum. Se não der, não deu.

(Rouquidão e pouco sono. Algumas escoriações, porque ando mais atrapalhada que sempre. Prometo sobreviver.)

Vai ser bom. E algo muda quando acabar.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários