segunda-feira, janeiro 06, 2003

Iconografia intuitiva, com fundo musical*

and if we died right now...

Eu fiz esse desenho aí pra alguém. Pensando em alguém, eu acho. Não. Comecei a fazer e lembrei de alguém. Pensei em mandar. Mas não mandei. Não tive coragem. Sei lá o que as pessoas pensam. O que alguém pode pensar em receber um troço desse, sem sentido algum. Guria louca. Pode ser. Enfim. Não mandei. Ponho aqui. Mas tá valendo. Sei lá... Como medo é um troço fudido. Que merda ter medo. Às vezes...

* consiste em colocar uma música e ir desenhando o que tem vem à mente. Ou não vem à mente. O que sai. O que o lápis te leva a fazer. É ele quem faz tudo. Tu é só um...condutor? Trechos da música são considerados como “arte incidental” (lembrando sempre que o conceito de “arte” é muito relativo). A música em questão foi Galapogos, do Smashing Pumpkins. Ah, e isso foi feito ontem. Ou hoje. Depende do ponto de vista. Mas isso tudo também é muito relativo.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários