sexta-feira, janeiro 10, 2003

"A coisa mais linda do mundo, toda de amarelo, que coisa linda..."

Definitivamente, ouvir Wado e Marcelo Jah, assim, alternado, me faz sentir muito feliz. E sentir vontade de parar de lembrar. De esperar pelo que vem. Que tá vindo, tá chegando... Sem medo algum. Algumas expectativas, talvez. Mas não muitas. O que virá?

"Teu sorriso caliente, os teus abraços quentes, o teu olhar me faz ficar ausente, tua simpatia me faz mostrar os dentes. É pra você que eu canto: ô coisa linda de meu deus " (Alvinho, A coisa mais linda do mundo, in O Manifesto da Arte Periférica, Wado)


# . por Joelma Terto .  0 Comentários