quinta-feira, dezembro 12, 2002

Raios!

Ei, vocês viram a chuva de raios ontem à noite? O que foi aquilo?!? LINDO! Eu juro que fiquei encantada, paralisada e abobada, enquanto voltava pra casa... Meu plano inicial era ligar o computador, mas preferi ditar na cama, abrir a janela e ficar assistindo àquele espetáculo da natureza, enquanto ouvia A Tempestade...

“É complicado estar só
Quem está sozinho que o diga
Quando a tristeza é sempre o ponto de partida
Quando tudo é solidão
É preciso acreditar num novo dia
Na nossa grande geração perdida
Nos meninos e meninas
Nos trevos de quatro folhas
A escuridão ainda é pior que essa luz cinza
Mas estamos vivos ainda
E quem sabe um dia eu escrevo uma canção pra você”

Quem sabe, RR? Quem sabe...


# . por Joelma Terto .  0 Comentários