segunda-feira, dezembro 16, 2002

Pink Délik – Casa Rosa

Na quinta teve a Festa da Comunicação na Casa Rosa. Nunca tinha ido no lugar, e vou dizer: puta merda, como me lembrou demais pracaralho o antigo Garagem Hermética. Tudo. Desde a cor, às escadinhas de acesso, à arquitetura, ao som que rola e pessoas que freqüentam. Junkiezinho place. Pra mim, lembrar o Garagem já seria um ponto positivíssimo pro lugar. Tirando a cerveja barata, tô pra dizer que eu sempre achei o Garagem a coisificação pura do “Lugar do Caralho”, do Júpiter.

Lembro a primeira vez que fui no Garagem, em julho de 99, quando estava em PoA de passagem, que vi show do 2 Stoopid DogZ. Alguém lembra disso? Edu K e Z? Pois bem, eu me enlouqueci pelo lugar. Todo aquele clima podreira pura, inferninho total. Achei meu lugar preferido em Porto Alegre.

Já morando aqui, vi shows massa e tomei porres “herméticos” (com perdão da tentativa de trocadilho. É eu sei que foi desprezível) naquele lugar. Aliás, ir pro Garagem e não se pirar muito era impossível. Inclusive teve o dia que vi os bonequinhos da parede do corredor dançando e que logo depois desmaiei aos pés do Giuseppe e da Laura. Fiquei horas deitada no palquinho, pirando, pirando, pirando, achando tudo lindo, tudo perfeito e sincrônico, feliz da vida. Até saí bem de lá, quando sentei no meio fio e porqueei tudo que tinha pra porquear, emocionada: “estou vomitando na Independência, na independência, independência...”. Ai, que vida junkie. Enfim, muitas coisas naquele lugar e no seu “anexo” Bambu´s. Os inesquecíveis Bailões do COL, o Cinemeando no Garagem e outras coisitas. Até lembro que uma vez vi show do Tequila Baby, mas eu prefiro esquecer essa passagem da minha vida.

Enfim, a Casa Rosa me lembrou o Garagem e isso me fez ser nostálgica trash agora. A festa da Comunicação tava massa. Noite massa, com pessoas massa e rock n’roll na veia. Perfeito. Sempre rolam uns shows legais no lugar. Inclusive sexta teria show do Pata de Elefante, que é uma banda afudê, na qual o Prego toca, mas eu não vou falar aqui e agora. Mas é de se ligar na programação. Garibaldi esquina com Cristóvão Colombo.


# . por Joelma Terto .  0 Comentários