sexta-feira, dezembro 06, 2002

“Me dê uma cachaça, eu tô amargo demais pra beber cerveja, ora veja...” (General Junkie)

É sério. Eu tô mal pracaralho. Noite tão boa e essa ressaca filha da puta? Polar e Free em excesso. Deu nisso. Eu sei que aquela saidera, no Bervelly Hills, àquela hora da madrugada, era absolutamente desnecessária. Mas não precisava isso agora.

Porra, tô imprestável. Às 17h botei uma lasanha no forno e saí da Casa-Fácil pra comprar Sonrisal Limão e uma coca-cola. Porque desde o meio-dia que me alimentava só de leite fermentado. Crueldade o que eu faço com os pobres dos lactobacilos vivos. Eles devem ficar doidinhos, dentro do meu eu vazio. Também comprei merengues, que pra mim é suspiro (*ai*). Suspiro é o doce mais legal que existe, a começar pelo nome. Vi aquilo no mercadinho e não resisti. Não consegui comer nem meio pedaço da lasanha. Blarg. Tenho um gosto muito estranho na boca. Acho que esse antiácido não me fez bem... Que sexta-feira emocionante.

E quase choro ouvindo a Ro-Ro no Conversa de Botequim no fim da tarde... Ai, como dói...

# . por Joelma Terto .  0 Comentários