terça-feira, dezembro 24, 2002

“A cidade é uma estranha senhora, que hoje sorri e amanhã te devora”

Daí que eu fico assim: alternando no meu aparelho de cd: Saltimbancos, Zeca Baleiro e Luís Melodia. Ai, como é lindo demais os Saltimbancos. Ouçam, crianças. Ouçam. Se encantem. Eu chego a me emocionar e ontem até umas lagriminhas correram. Eu procurei no google o roteiro, mas não achei. Achei só as letras, todas, no site do CHICO. Aliás, é por essas e outras, que eu fico pensando que é impossível a qualquer ser humano não se apaixonar pelo CHICO. Puta merda. Esse cara sabe. Muito. Muitas coisas. ; )

“Atenção que o jumento é sabido
É melhor ficar bem prevenido
E olha, gata, que a tua pelica
Vai virar uma bela cuíca
Mas não, mas não
O sonho é meu e eu sonho que
Deve ter alamedas verdes
A cidade dos meus amores
E, quem dera, os moradores
E o prefeito e os varredores
Fossem somente crianças”
(A cidade Ideal, Os Saltimbancos)


# . por Joelma Terto .  0 Comentários